segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Onde pára a Juventude Tavirense

Desde há dez anos a esta parte, que Tavira cresceu a todos os níveis, brutalmente e no bom sentido da questão. Vejamos pois que até os nossos turistas portugueses ou nem por isso, quando lhes falamos na cidade, são unânimes em afirmar que está muito mais bonita e desenvolvida.

No verão por exemplo é ver as ruas repletas de gente, muita juventude que vem desfrutar das belas praias e sente-se alegria numa cidade que se quer viva todo o ano.

Mas...chegado o mês de Setembro, tudo volta à normalidade, as aulas recomeçam, o biquini e a toalha de praia guardam-se até ao ano que vêm.

Aqui coloca-se a primeira questão sobre a juventude tavirense, para onde vão e onde ocupam os tempos livres, os jovens a partir dos 16 e mesmo os de 20 anos para cima?

Claro que é sabido que a grande maioria dos adolescentes e até os mais velhos passam horas agarrados aos vídeo/jogos e em frente ao computador. Até aqui nada de estranho, pelo menos durante a semana de aulas e de trabalho, depois de um cansativo dia.

Só que chegados ao fim-de-semana os adolescentes e mesmo os que já não o são, saem à noite, querem ir dançar um pouco e porque não tomar um copo com os amigos, desde que , claro, com moderação, não vem mal nenhum ao mundo por isso e até pode ser bom para descontrair e esquecer o stress diário. Aqui começa a verdadeira “saga” da cidade de Tavira que tem uma vida nocturna e de diversão deprimente.

Vejamos: os bares apenas têm licença para estarem abertos até às duas da manhã, seja Verão ou Inverno e como é sabido, às duas da madrugada a um sábado à noite, entre amigos, é a noite uma criança, estabelecimentos de diversão nocturna, são poucos e alguns com um ambiente pouco recomendável, discotecas existe apenas uma e é do conhecimento geral que a música não atraí o público e é ver quase que as escolas do primeiro ciclo a frequentar a discoteca local, tal é o ambiente jovem do sítio.

Depois há ainda as associações, clubes e colectividades que vão tendo algumas iniciativas próprias para os jovens e nem mesmo assim, esta camada social se faz apresentar em causas desportivas ou culturais a menos que se convidem os grupos musicais do momento e que os fazem delirar, mas é só!

Pode-se aqui colocar duas questões. Porque é que a juventude anda com tanta falta de iniciativa para participar ou aparecer em algum evento, o que se passa com os jovens de uma cidade que tem tanta juventude entre os 16 e os 30 anos?

A outra e fundamental questão, é a falta de locais de diversão e confraternização agradáveis de estar à conversa ou mesmo dançar ou simplesmente ouvir musica entre amigos.
Fica quem sabe o mote para algum leitor que gostasse de apostar em Tavira, com algo inovador, direccionado para a juventude.

Sofia Minhalma - Presidente da JSD Tavira

1 comentário:

gcmfxd disse...

hello! A Good News,google introduce a very user-friendly browser,Free download Quickly,Please visit my blog thank you